quinta-feira, 25 de maio de 2017

José Gonçalez apresenta álbum “Improvável” no Casino Estoril a 31 de Maio


Em noite dedicada à música portuguesa, José Gonçalez apresenta, a 31 de Maio, a partir das 22 horas, o seu novo álbum “Improvável” no Salão Preto e Prata do Casino Estoril. Trata-se de um espectáculo único, no qual José Gonçalez partilha o palco com os 10 artistas que participaram neste seu novo álbum: Cuca Roseta, FF, Filipa Cardoso, Gonçalo Salgueiro, Jorge Fernando, José Cid, Júlio Resende, Maria da Fé, Sangre Ibérico e Vitorino.

“Improvável”, o novo disco de José Gonçalez, com o selo da Sony Music, marca o regresso do artista às edições discográficas. “Alentejo, Um Ar de Festa” é o single de apresentação deste trabalho, uma ode à região de onde Vitorino e José Gonçalez são naturais.

Neste disco, José Gonçalez assume todas as autorias, letras e músicas dos dez temas que o compõem, à excepção do dueto com Cuca Roseta, uma parceria com Tozé Brito. Para cada tema, José Gonçalez convidou dez dos mais brilhantes artistas portugueses para consigo interpretarem as canções, escritas a pensar em cada um.

A produção ficou a cargo do mais galardoado produtor e um dos mais brilhantes músicos portugueses, Jorge Fernando. Na guitarra portuguesa, Ângelo Freire e José Manuel Neto; na viola, Jorge Fernando; no baixo, Francisco Gaspar e Máximo Ciuro; no cavaquinho e bandolim, Edu Miranda; nas percussões, Rafa Zamorano; na bateria, David Jerónimo; e nas teclas, José António Pedro.

Nas palavras de José Gonçalez: “Deve ouvir-se este disco, não enquanto um disco de fado, mas um disco de música, feito por muita da gente do fado! Fica o desafio para que se possa ouvir este disco até ao fim, convidando cada um dos ouvintes a uma viagem inesperada e surpreendente, numa clara fusão de géneros, sensibilidades, e influências, onde até a electrónica se mistura e funde com os textos, e os instrumentos tradicionalmente portugueses.”

Casino Estoril inaugura XXX Salão de Primavera no próximo Sábado


É já no próximo Sábado, dia 27, às 17 horas, que inaugura na Galeria de Arte do Casino Estoril, o XXX Salão de Primavera/Prémio Rainha Isabel de Bragança, na qual participam finalistas das faculdades de Belas Artes de Lisboa e Porto, escolhidos pelos seus professores. 

Nesta 30ª edição participam os seguintes artistas: Ana Garcia Mascarenhas, Ana Pelayo Henriques, Ana Rita Sobreira, Bruno Ferraz, Francisca Pinto, Henrique Palmeirim Lázaro, JDAGGE, Joana Passos. João Maria Pacheco, João Ribeiro, Leonor Saunders, Maria Inês Melo, Maria João Ferreira, Maria Luzia Cunha, Mariana Teotónio, Natacha Marques de Oliveira, Nathalie João, Nicoleta Sandulescu, Raquel Oliveira, Ricardo Marcelino e Rui Neiva.

Esta exposição está dotada de um prémio/aquisição, Prémio Rainha Isabel de Bragança, no valor de 1500 euros, patrocinado pela Estoril Sol, que o júri atribuiu à estudante finalista da Faculdade das Belas Artes de Lisboa, Nicoleta Sandulescu, natural de Orhei, Moldávia, que reside em Portugal desde 2009 e que conta já com um currículo significativo, com a realização de uma exposição individual, participação em 6 colectivas e outras acções como seja a ilustração de um livro de António Lobo Antunes, sendo, ainda, titular de vários Prémios.

Foram atribuídas cinco menções honrosas aos seguintes finalistas: Ana Pelayo Henriques, natural do Porto; Maria Luzia Cunha, do Porto; Nathalie João, de Paris, França; Raquel Oliveira, da Póvoa de Varzim e Rui Neiva, de Sintra. 

“Pelos 30 Salões de Primavera já realizados, passaram até hoje um total de 1005 jovens artistas, muitos dos quais foram distinguidos com prémios e menções honrosas e que hoje ocupam lugares de relevo”, sublinha Nuno Lima de Carvalho Director da Galeria de Arte do Casino Estoril.

Esta exposição ficará patente ao público até ao dia 19 de Junho, todos os dias, das 15 às 24 horas. Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Estoril é reservado a maiores de 18 anos. 

Prazo de candidaturas aos Prémios Literários da Estoril Sol termina a 31 de Maio


Expira, já no próximo dia 31 de Maio, o prazo de recepção de obras originais para a 10ª edição do Prémio Literário Revelação Agustina Bessa-Luís e das obras de ficção (romance ou novela) candidatas à 20ª edição do Prémio Literário Fernando Namora. Trata-se de uma das mais prestigiadas iniciativas que integram o calendário de eventos com relevância cultural. O júri comum aos dois Prémios será presidido por Guilherme D `Oliveira Martins.

Em relação ao Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís, é de registar que, desde o ano passado, foi abolido do seu Regulamento o limite dos 35 anos de idade, cláusula que o Júri considerou estar a condicionar o aparecimento de novos valores. 

Com a extinção dessa norma considerada restritiva, a Estoril Sol corresponde, assim, aos pedidos manifestados por numerosos candidatos que estavam impossibilitados de participar no concurso. Mantém-se, contudo, a obrigatoriedade do romance concorrente ser inédito, e de autor português, “sem qualquer obra publicada no género”. 

A 10ª edição do Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís terá o valor de 10 mil euros e, nos termos do Regulamento, será publicado pela Editora Gradiva, de acordo com o protocolo existente com a Estoril Sol.

Juntamente com o Prémio Literário Revelação, mantém-se aberto o período de candidaturas ao Prémio Literário Fernando Namora, instituído regularmente desde 1988, e cujo Júri foi presidido, durante vários anos, por Agustina Bessa-Luís e, posteriormente, por Vasco Graça Moura. 

Com periodicidade anual, o Prémio Literário Fernando Namora tem o valor de 15 mil euros e distingue uma obra de ficção (romance ou novela), de autor português, editada em 2016, desde que o escritor não tenha sido premiado nas três edições anteriores. 

 Recorde-se que, Afonso Cruz, foi o vencedor no ano passado com o seu romance "Flores”. Nas anteriores edições, foram distinguidos, ainda, João de Melo, Maria Isabel Barreno, Urbano Tavares Rodrigues, Manuel Alegre, Armando Silva Carvalho, António Lobo Antunes, Nuno Júdice, Miguel Real, Mário Cláudio, Luísa Costa Gomes, Gonçalo M. Tavares, Paulo Castilho e José Eduardo Agualusa. ". É de registar que Mário de Carvalho (1996 e 2008) e Teolinda Gersão (2001 e 2015) bisaram o prémio.

Casino Lisboa recebe “Exótika” a 31 de Maio


O Auditório dos Oceanos do Casino Lisboa recebe, na próxima Quarta-Feira, 31 de Maio, a partir das 21h30, o espectáculo de Pole Dance “Exótika”. Referência do Pole Dance a nível mundial, a ucraniana Anastasia Sokolova será a grande protagonista de um espectáculo que concilia originais momentos de dança com registos de pura sensualidade.

Único e extravagante, “Exótika” é um espectáculo de Pole Dance que se distingue pela participação de Anastasia Sokolova, conhecida internacionalmente pela sua participação no programa de televisão Got Talent Ucrânia, onde chegou a finalista. 

Sinónimo de erotismo e sensualidade, “Exótika” remete-nos para o imaginário dos clubes nocturnos, contando-nos diferentes histórias, através do movimento de personagens tão variadas como show girls, strippers, contorcionistas.

Provocante e perturbador, “Exótika” é imperdível!

7ª Arte - Estreias de cinema de 25-05-2017

Estreias de cinema de 25 de Maio de 2017



Esta semana dentre as várias estreias de cinema nas salas nacionais o "Cultura e não Só" destaca as seguintes:



Piratas das Caraíbas: Homens Mortos Não Contam Histórias

Johnny Depp regressa ao grande ecrã na pele de uma das suas personagens mais carismáticas: Jack Sparrow, o mais excêntrico e sedutor pirata da história da pirataria. Desta vez, o inimigo a enfrentar é o impiedoso Armando Salazar, um capitão da marinha espanhola que lidera um exército de marinheiros fantasmas disposto a exterminar todos os piratas à face da Terra. Ameaçado de morte, a única esperança de salvação de Sparrow consiste em encontrar o Tridente do deus Poseidon, que dá a quem o possui o total domínio dos sete mares…
Produzido pela Walt Disney Pictures e pela Jerry Bruckheimer Films e distribuído pela Walt Disney Studios Motion Pictures, esta é a quinta aventura da saga "Piratas das Caraíbas", desta vez com realização de Joachim Rønning e Espen Sandberg (a dupla responsável por "Bandidas", "Max Manus" ou "Kon Tiki - A Viagem Impossível"). Para além de Depp como protagonista, o filme conta novamente com a participação de Geoffrey Rush, Orlando Bloom e Keira Knightley. A juntar-se ao elenco estão Brenton Thwaites, Carina Smyth e Javier Bardem no papel do vilão Salazar. 



O Sentido do Fim

Tony Webster é um homem de meia-idade cuja existência tranquila é perturbada quando recebe uma carta de um advogado a comunicar que alguém lhe deixou um diário em testamento. Essa circunstância vai reavivar memórias com mais de quatro décadas: os companheiros da faculdade e a lembrança de um grande amor, mas também as terríveis consequências de acções impensadas da sua já tão distante juventude...
Realizado por Ritesh Batra (que ficou conhecido pela sua primeira longa-metragem, "A Lancheira"), segundo um argumento de Nick Payne, um filme dramático que adapta a obra homónima escrita por Julian Barnes, que lhe valeu o Booker Prize em 2011. A dar vida às personagens estão os actores Jim Broadbent, Charlotte Rampling, Harriet Walter, Emily Mortimer e Michelle Dockery, entre outros.



Por Onde Escapam As Palavras

A história de uma família em luto após a trágica morte da filha, vítima de um ataque terrorista. A forma como cada um encara a dor da perda, erguendo-se ou deixando-se abandonar ao sofrimento, vai alterar a forma de relacionamento entre todos.
Assinado por Luís Albuquerque ("Dom", "Dança dos Flamingos", "Geme… La Vie"), um filme dramático com o tema do terrorismo como pano de fundo, que quer ser, nas palavras do realizador, "uma homenagem a todas as mortes precoces, mas, principalmente, uma mensagem de esperança a todos que a elas sobrevivem". Os actores Bruno Manique, Leonor Nobre, Mário Bertô, João Damasceno, Isabel Girão, Beatriz Dias, Pedro "Mocho", Miguel Babo, Alexandra Curado, Paula Queirós, Nuno Café, Tó Zé Ferreira e Carlos Santos dão vida às personagens.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Fóssil raro de Pterossauro em leilão internacional por 235 mil euros


Foi recentemente encontrado em Solnhofen Plattenkalk, na Alemanha, um fóssil de um Pterossauro de grandes dimensões, que se estima remontar ao tempo Jurássico, e que está em leilão na Catawiki, (www.catawiki.pt) até ao próximo dia 28 de Maio. 

O facto de se tratar no mais raro dos objetos encontrados até agora em Solnhofen Plattenkalk faz com que o fóssil se torne numa peça bastante requisitada para museus, por colecionadores ou investidores e consequentemente alcance um valor de leilão bastante elevado. Os especialistas da Catawiki apontam para que este fóssil com mais de 150 mil anos possa obter um valor de leilão entre 175 e 235 mil euros.

“Os fósseis na área de Solnhofen estão a tornar-se cada vez mais raros, e ainda assim este Pterossauro é um dos mais raros de sempre. Neste sentido, estamos a contar com o interesse de colecionadores e investidores que estejam dispostos a pagar um valor elevado por uma peça tão excecional como esta”, explica Alejandro Sánchez, Diretor-geral da Catawiki em Portugal. “As grandes dimensões do fóssil e a própria raridade da peça faz com que se torne no objeto ideal para estar exposto num museu, por exemplo”.


Alcoolémia - Novo disco "XXV Anos"


"XXV Anos” marca o regresso dos Alcoolémia num disco que celebra duas décadas e meia de rock e estrada do grupo de “Não Sei Se Mereço”, e que estará à venda no dia 9 de Junho.
O grupo lançou o convite a uma série de amigos que admiram, para celebrar e revisitar os seus maiores sucessos. Entre as vozes de músicos já consagrados, e novos valores, os Alcoolémia contam com a participação de António Manuel Ribeiro (UHF), Nelson e Sérgio Rosado (Anjos), Carlos Tavares (Grupo de Baile), Nuno Norte, Zeal (Dr. Estranho Amor), Maria João, Vasco Duarte (Ossos do Oficio), Alfredo Costa (Skills and Bunny Crew) e Tiago Estrela (Rock em Stock). Paulo Borges (GNR) está a cargo das teclas.

"XXV Anos" é um álbum de celebração, para os fãs do grupo, e de descoberta para novos públicos.
"Não Sei Se Mereço" é um dos temas revisitados, que conta com a participação de Carlos Tavares (Grupo de Baile) e Nuno Norte, um tema para recordar ou descobrir os "XXV Anos" dos Alccolémia.
Amanhã  os Alcoolémia apresentam-se, ao vivo, em Lisboa no Cinema S. Jorge, pelas 21h00.


Portugal é palco de evento internacional Business Storm


Nos dias 1 e 2 de Junho, representantes da Google, Thomson Reuters, World Economic Forum, Harvard, The Founder Institute, World Bank Group, Startups 500, entre outros, estão em Portugal para partilhar conhecimento, com mais de 200 empreendedores e businessman locais e internacionais.

Business Storm chega, pela primeira vez, a território nacional e proporciona um universo de experiências: o contacto direto com os oradores, sessões interativas para estimular a criatividade, trainings, workshops e masterclasses.

Esta iniciativa cruza temas que ditam as grandes tendências empresariais: desenvolvimento de negócio, inovação, indústria 4.0 e soft skills como tomada de decisão, técnicas de vendas e gestão de stress. Os participantes vão viver uma experiência inovadora e capaz de gerar know-how e ferramentas essenciais para gerir os seus negócios.

No primeiro dia, o evento pretende reunir duas centenas de empresários e, no segundo, o Business Storm será restrito a apenas 35 participantes, que terão sessões de network diretamente com os oradores internacionais.

No Business Storm, os oradores são mais do que meros speakers. Eles treinam e trabalham junto dos participantes. São eles: Suhas Gopinath (o mais jovem CEO do mundo, Embaixador do World Economic Forum e Conselheiro do Ministério da Ciência e Tecnologia da Índia e do World Bank Group), Kelvin Lee (líder da Estratégia Global da Thomson Reuters), Elan Oren (empreendedor com mais de 10 êxitos num valor total superior a mil milhões de euros, Growth-Hacker & Serial Entrepreneur Tecnológico) e Aleks Bozhilov (criador da Crowdholding e Account Manager na Google), entre outros.

A primeira edição do Business Storm decorreu em Sofia, Bulgária, onde estiveram presentes mais de 70 indústrias, 50 parceiros estratégicos e representantes de 23 países.

A edição deste ano conta com o apoio do DNA Cascais e da Câmara Municipal de Cascais. Os trabalhos “indoor” vão, por isso, decorrer na Casa das Histórias – Museu Paula Rego, em Cascais.

O acesso ao Business Storm pode ser adquirido no site oficial (http://lisbon.business-storm.com/) com passes que vão dos €135 aos €395. Os interessados deverão seguir a página oficial do Business Storm no Facebook (https://www.facebook.com/BusinesStorm/) onde são lançados passatempos que dão descontos nos acessos ao evento.

Casa Assombrada - O Internato


Depois do sucesso dos projetos Casa Assombrada (2015), que esteve em cena mais de um ano, e de Crime na Casa Museu (2016), o Teatro Reflexo apresenta: Projecto Casa Assombrada - O Internato. Com estreia marcada para dia 22 de Junho, às 21h, este novo espetáculo estará em cena na Antiga Casa dos Magistrados, em Sintra. 

Projecto Casa Assombrada - O Internato é uma criação de Michel Simeão que pretende emergir o espectador numa experiência hiper-realista de terror, no decurso da sua 1h20 de duração. Nesta experiência, o espectador pode envolver-se na narrativa e determinar o desenrolar da mesma em alguns casos ou ser apenas um mero observador. Serão apresentadas duas sessões por noite, às 21h e às 23h, de quinta a sábado, até ao final do ano, encontrando-se a casa fechada em Agosto.

Nesta nova experiência do criador Michel Simeão, é introduzido ao público o teatro hiper-realista, numa narrativa que se encontra fragmentada pelos vários aposentos do Internato. O enredo, no seu todo, desagua num verdadeiro thriller de terror de cortar a respiração.

Ao contrário da Casa Assombrada de Belas, não existe uma voz que conta o que aconteceu. Também não existirão “jump scares” ou sustos fáceis atrás da porta. A história desenrola-se à frente do espetador. A intensidade do Internato vai fazer-se sentir consoante a disponibilidade cognitiva e a inteligência emocional do público.

No Internato tudo é possível. O público terá a seu cargo a responsabilidade de ligar as várias histórias que lhe serão apresentadas. Mas quem quiser ser apenas mero observador também encontra aqui o seu lugar. O espetador só irá até onde a sua audácia permitir. 

A estrutura da experiência prevê que o espetador se desloque livremente pelo Internato, escolhendo aquilo a que quer assistir. Poderá, assim, envolver-se na própria narrativa e determinar o desenrolar da mesma em alguns casos. Existem objetivos de um jogo que se vai desenhando durante a noite, com tarefas para realizar, portas para desbloquear e missões para cumprir.

O espetáculo, radicalmente diferente do original Casa Assombrada de Belas, acontece numa casa no centro da vila de Sintra, a antiga Casa dos Magistrados. O edifício com cerca de 20 assoalhadas é património da Câmara Municipal e será palco de uma assombrosa experiência de terror imersivo.